• Pesquisar:

http://imrdsoacha.gov.co/silvitra-120mg-qrms




Tratamento da lesão medular

Uma pessoa que sofre uma lesão medular consegue se recuperar?

Artigo publicado no portal MedicSupply / Blog Dicas de Saúde

A personagem Luciana, interpretada pela atriz Aline Moraes na novela Viver a Vida, está passando por uma situação delicada após ter sofrido um grave acidente que lhe causou uma lesão medular.

Os espectadores que costumam acompanhar a novela torcem para que Luciana se recupere e volte a ter a vida que tinha antes. A dúvida que fica é seguinte: na vida real, uma pessoa que sofre uma lesão medular consegue se recuperar? Confira a resposta da Dra. Adriana Cristante, médica fisiatra da Clínica de Lesão Medular da AACD para esta e outras perguntas sobre o tema.

O que caracteriza uma lesão medular total e uma lesão medular parcial?

Quando uma pessoa sofre uma lesão medular o quadro clínico depende do nível e do grau de lesão. Quanto ao nível, ela pode ter paraplegia (quando há comprometimento da comunicação entre o cérebro e os membros inferiores) ou tetraplegia (quando há comprometimento da comunicação entre o cérebro e membros superiores e inferiores).
Quanto ao grau pode haver uma lesão medular completa (quando ocorre total interrupção da comunicação abaixo do nível da lesão medular com o cérebro), ou uma lesão incompleta (por ser lesão medular parcial, algumas informações passam e, portanto, estes pacientes podem ter algum grau de força voluntária e/ou sensibilidade abaixo do nível da lesão medular).

Quais as causas da lesão medular?

Dentre as principais causas de lesão medular estão as traumáticas – que na população de pacientes atendidos pela AACD está em torno de 75% (podendo ser destacados os acidentes automobilísticos, ferimentos por arma de fogo, quedas e mergulho em águas rasas, entre outras). Mas também existem as etiologias (causas) não traumáticas como algumas infecções (por alguns tipos de vírus, por exemplo), tumores, causas vasculares entre outras.

É possível uma pessoa recuperar os movimentos e a sensibilidade após uma lesão medular?

A recuperação de força e sensibilidade poderá acontecer em algum grau apenas para as pessoas que tiveram a lesão medular incompleta.

Quais os procedimentos habituais durante o tratamento?

Quando o paciente sofre uma lesão traumática é inicialmente avaliado por cirurgião de coluna (ortopedista ou neurocirurgião), para se realizar o alinhamento e a estabilização da fratura. O paciente, então, deve iniciar o tratamento de reabilitação, que visa cuidar dos aspectos clínicos como: reeducação do esvaziamento da bexiga, restabelecimento do hábito intestinal, prevenção de lesões de pele (por falta de sensibilidade), estimular o potencial residual deste paciente para atingir a independência, na medida do possível, para realização de atividades de vida diária (como alimentar-se, vestir-se, tomar banho, escovar os dentes – entre outras) e, finalmente, mesmo com as sequelas, propiciar que este indivíduo retorne ao convívio social em todos os aspectos (trabalho, lazer, namoro, família). A equipe de reabilitação é multidisciplinar, composta por médico fisiatra, urologista, enfermeiro, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, psicólogo, assistente social e técnico em órteses (aparelhos ou dispositivos ortopédicos de uso provisório).

É normal a pessoa lesionada ficar bastante abatida e desanimada com a situação. Mas o que o paciente e os familiares podem fazer para que o tratamento dê mais resultado?

Assim como o paciente, a família deve receber todas as orientações já que muitas vezes o paciente terá algum grau de dependência de outras pessoas. Mas é importante que a família participe do processo de reabilitação estimulando que, aquilo que o paciente possa fazer de maneira independente, ele mesmo o faça, e facilite ou propicie também a inclusão destes pacientes ao convívio social.
Frente a uma situação nova como esta é interessante que pacientes e familiares desde o inicio busquem informar-se sobre a lesão medular, sejam encaminhados para centros de reabilitação especializados nesta área, que contem com equipe multidisciplinar, e também troquem experiências com outras pessoas que passaram por experiências semelhantes.

Para acessar este artigo no portal MedicSupply, clique aqui

palavras-chave: "lesão medular", paraplegia, tetraplegia, tratamento