• Pesquisar:

Menu superior



Vias Seguras / Os acidentes / Estatísticas / Índices de acidentes de trânsito




Índices de acidentes de trânsito

Índice de mortos em relação à população e taxa de motorização, por estado, por região e pelo Brasil inteiro. Permitem monitorar as evoluções e fazer comparações.

(Atualizado em 5/09/2016)

Índices de mortos no trânsito por Região e no país, de 2002 a 2014

Comparação dos níveis de motorização e de mortalidade 

Índices de mortos no trânsito por Estado na Região Sudeste, de 2002 a 2014

Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo

Índices de mortos no trânsito por Estado na Região Nordeste, de 2002 a 2014

Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraiba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe

Índices de mortos no trânsito por Estado na Região Norte, de 2002 a 2014

Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins

Os índices de acidentes em cada Estado em 2014

Quadro dos índices de acidentes em todos os Estados em 2014

Ambiguidade do índice de mortos em relação à frota de veículos

Recomenda-se não usar o índice de mortos em função do número de veículos para fixar metas de redução dos acidentes

Mortalidade no trânsito no Brasil e nos dez outros países mais povoados do mundo

Entre os países com mais de 100 milhões de habitantes, o Brasil tem o maior índice de mortos no trânsito apesar de ser somente o quarto mais motorizado.

Taxa de motorização

A frota brasileira de veículos duplicou nos últimos quinze anos, porém ainda tem um potencial de crescimento considerável.

Taxas de vítimas fatais

Para efeito de comparações internacionais, utilizam-se taxas de acidentes e de vítimas em proporção da população e da frota de veículos.

Índice de mortos no trânsito em percentagem da população, por faixa etária, ano 2000

Gráfico mostrando o risco de morte no trânsito em função da idade.

O índice de mortos é calculado em número de mortos por 100.000 habitantes.

O índice é praticamente constante de 20 a 70 anos, quatro vezes maior que na faixa de 0 a 14 anos. A diferencia entre estes dois grupos se deve à diferencia de exposição ao tráfego.Os adolescentes, entre 15 e 19 anos, aparecem numa situação intermediária.

O ano 2000 foi escolhido em função da coincidência com o censo demográfico realizado pelo IBGE.

Índices por quilômetro percorrido

Parâmetros de comparação da segurança do tráfego em diversos trechos de rodovias

Uso de indicadores nas concessões

Para monitorar o desempenho das concessionárias na área da segurança, usam-se indicadores levando em conta os números de acidentes com vítimas, de feridos e de vítimas fatais em proporção dos volumes de tráfego.

palavras-chave: índice, morto, Brasil, acidente, trânsito